segunda-feira, 24 de setembro de 2012

As Escolas estão virando creches.

 
As Escolas estão virando creches.
Honestamente, não vejo nenhuma evolução nesse sentido. Professores sobrecarregados tentam minimizar esse caos social, alimentando de esperança esses novos seres.
Mas está complicado!
Me perdoem, mas eu não tenho vocação para babá. Eu acredito no que eu faço e tento de todas as maneiras fazer com que meus alunos acreditem nos seus sonhos, priorizem a honestidade e supervalorizem a amizade verdadeira, não a oriunda do interesse cada vez maior da raça humana.
Todos os dias, quando eu acordo, sei que vou fazer a diferença na vida de alguém, e isso é uma responsabilizade que Deus não dá pra qualquer um, só para os escolhidos.
Então, é chegada a hora de tirarmos o cabresto que nos acostumamos a usar, abrir os olhos e entender que só a Educação é capaz de transformar a vida das pessoas.
Precisamos valorizar esses mágicos que estão dentro das salas de aula, que estão pagando com seu sangue e sua juventude um preço que não é só nosso.
Normalmente, os professores são os últimos a ser ouvidos e os primeiros a pagar o pato!
A Instituição só tem valor se o profissional que a representa tiver valor.

Só através da valorização do profissional de Educação que esse País sairá dessa estagnação imunda, ridícula, sórdida, que muitos ainda entendem que estamos progredindo: NÃO ESTAMOS.
Ninguém mais quer ser professor.
As salas de aula estão superlotadas porque não tem mais profissional que dê conta do recado.
Um dia eu perguntei a uma criança o que ela queria ser quando crescer e ela respondeu:

_ Tudo, menos professor.

Poxa! Se uma criança de 9 anos pensa assim, imagina o resto. Como diz uma amigo meu: TAMO NO CORGO!

Ensinar e preparar para a vida, mas pelo que ando vendo, poucos estão preocupados com isso!

Pronto falei!!!

Um comentário:

  1. Tem Razãao.. Isso é o cenário da Educação Brasileira... =/

    ResponderExcluir